MyTSP

Os cursos e as saídas: como escolher?

 

Num momento em que os alunos estão a fazer a candidatura ao Ensino Superior são importantes as informações que a Direcção-geral do Ensino Superior disponibiliza sobre os cursos com taxa de desemprego de 0%. A maioria dos céticos dirão que teremos que ter em atenção quem produz estes estudos e como o fazem.

 

Da minha parte considero importante olhar para estes dados com alguma fiabilidade mas com um pensamento crítico. Desta forma, deixo aqui a visão de alguém que trabalha na área do recrutamento e seleção mas ao mesmo tempo tem experiência com as angústias e preocupações dos alunos que já estão no Ensino Superior no processo de se licenciarem.

 

Instituições aparte, se bem que a questão da empregabilidade está muito associada com a ligação que as universidades têm com o mundo empresarial circundante, os cursos com menor taxa de desemprego são:

 

  • Línguas

  • Psicologia

  • Ciências Biomédicas

  • Medicina

  • Enfermagem

  • Matemática

  • Ciência de computadores

 

As Licenciaturas em Gestão, Finanças e Economia são as formações que possuem maiores taxas de empregabilidade no nosso país, que rondam os 95%. Facilmente se entende que isto aconteça. Os licenciados destes cursos adquirem a cultura geral com o bónus da componente económica que no fundo é a língua do tecido empresarial. Aos alunos de Psicologia, uma formação que também considero ser versátil e importante, deixo o conselho de apostarem em formações complementares em áreas de negócio. Desta forma acredito que potenciem o vosso grau de empregabilidade.

 

Apesar da área da informática ser reconhecida na actualidade por todos como uma área que garante empregabilidade, os resultados para os cursos de Ciência de computadores e Matemática dizem-nos que não são apenas as pessoas que optam por engenharia informática que garantem a entrada nesta área. O mercado nesta área procura também pessoas licenciadas em Matemática.

 

A empregabilidade na área da saúde com Medicina, Enfermagem e Ciências biomédicas deve ser analisada com cuidado. De acordo com o Despacho nº 8896-A/2016, de 11 de Julho, do Gabinete do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, os centro hospitalares com maior falta de especialista é o do Algarve, seguido do de Trás os Montes e Alto Douro. Já os licenciados em enfermagem, com a nossa taxa de exportação destes licenciados, estes terão de fazer mais alguns kms para encontrar emprego.

 

Nestes casos será importante dominar outro idioma. Aproveito assim a deixa para passar aos cursos de Línguas. O nosso país tem sido massivamente procurado por empresas que visam estabelecer aqui os seus Contact Centers ou Shared Service Centers. Nestes casos o requisito mais importante é o idioma. Conhecimentos técnicos nas áreas podem ser uma mais valia. Alguns cursos integram cadeiras que providenciam essa formação técnica base. Quanto aos idiomas o Francês, Alemão e Holandês são dos mais procurados.   

 

Não podemos escolher por vocês mas podemos ajudar a fazerem uma opção consciente equilibrando o que gostam com o que o mercado procura.




Classificação: 3.3/5

COMENTáRIOS

UM COMENTáRIO


Seu nombre: *
Seu e-mail:
(Não se mostrará)
O seu comentario: *
Segurança: *

TALENT SEARCH PEOPLE S.L.
Placement agency Nº 9900000357
Veja ofertas