MyTSP

Os processos psicológicos e psicossociais nas organizações

 

Cada vez mais, existem empresas que tomam em consideração a importância dos processos psicológicos que ocorrem a nível individual e dos processos psicossociais que ocorrem em grupos de trabalho. Tais processos são tão importantes ou mais do que os aspetos financeiros, a gestão de negócios ou as processos de administração.

Estes processos ocorrem nas pessoas e nos grupos que trabalham numa organização e são um resultado direto do ambiente, da estratégia e do design da organização.

A nível mais macro (o ambiente), entendemos que uma organização faz parte do contexto socioeconómico e cultural multifacetado com os quais interage. A organização é influenciada e por sua vez influencia a formação desta realidade. Agora vivemos num ambiente em que a incerteza e a turbulência são percebidas.

Num segundo nível encontramos a estratégia. Entendemos a resposta dada pela organização para o ambiente em que se desenvolvem as ameaças e as oportunidades, e os pontos fortes e fracos. Neste caso, uma análise da situação e uma consciência de quais são os recursos que temos para atender a essas demandas.

Finalmente, o desenho da organização (em termos de tecnologias, tipo de estrutura e sistemas de ambos organização do trabalho e gestão e desenvolvimento de RH organizacional fornecido). Os processos psicológicos e psicossociais dão resultados, mas depois existe uma certa influencia na forma de definir e implementar as soluções.

Os processos psicológicos e psicossociais nas organizações - TSP Blog
Os processos psicológicos e psicossociais não são tudo numa organização, mas envolve toda a empresa. Tende a premiar o trabalho e a vida profissional dos indivíduos e afeta todos os aspetos da vida organizacional.

Mas quais são estes processos psicológicos e psicossociais?

Os processos psicológicos que ocorrem ao nível individual são:
- Autoeficácia
- Perceção da equidade
- Papel assegurado
- Sobrecarga de trabalho
- Consciência de resultados
- Consciência da responsabilidade pelos resultados
- Consciência da importância do trabalho,
- Perceção do apoio social.

Os processos psicossociais: os grupos podem criar fenómenos como o intragrupo (que ocorrem dentro das unidades e grupos de trabalho) e o intergrupo (dado entre diferentes grupos ou unidades de trabalho).
- Cultura Organizacional
- Processos de mudança organizacional
- Liderança
- Clima
- Desenvolvimento do grupo
- Participação
- Poder
- Conflito
- Tomada de decisão
- Processos de negociação

Atualmente existem certos instrumentos para medir objetivamente cada um destes aspetos. Para mais detalhes, o livro "Gestão de recursos humanos e organizações de consultoria: O ASH (Auditoria do Sistema Humano)" de Santiago Quijano, Professor Emérito da Faculdade de Psicologia da Universidade de Barcelona, explica tudo com mais profundidade.

Posted by:
Cristina González


Classificação: 3.5/5

COMENTáRIOS

UM COMENTáRIO


Seu nombre: *
Seu e-mail:
(Não se mostrará)
O seu comentario: *
Segurança: *

TALENT SEARCH PEOPLE S.L.
Placement agency Nº 9900000357
Veja ofertas